Fitoterapia  

          O estudo das plantas medicinais está ligado à necessidade do ser humano de buscar alivio para dores e doenças. Desde os primórdios se buscou nas plantas o recurso para a terapêutica.

        Povos como os chineses, indianos, gregos, romanos e outros desenvolveram suas medicinas com base na utilização de medicamentos extraídos de plantas medicinais

 

A população do interior do Brasil sempre utilizou as plantas medicinais como recurso principal para tratar  seus males e dores. Como no Brasil não temos um sistema medico terapêutico especifico criado e desenvolvido aqui como no caso de paises como a china que desenvolveu a Medicina Tradicional Chinesa ou a Índia que criou a Medicina Ayurvedica. 

             

         Temos sim a nossa “Medicina Herbal”, proveniente da riqueza vegetal e da cultura dos povos que aqui habitavam.  Devido à imensa biodiversidade da floresta amazônica, do cerrado, caatinga, mata atlântica, possuímos um potencial terapêutico, que pouco a pouco vem sendo estudado, desvendado e incorporado a ciência oficial.

          O potencial terapêutico medicinal  do cerrado é imenso. As intempéries favorecem o desenvolvimento de mecanismos de defesa e proteção que permitem as plantas elaborarem substâncias, chamados metabólitos secundários, variedades de metabólitos como alcaloides, taninos, açúcares  fornecem uma infinidades de compostos terapêuticos.

   Durante a permanência no Spa os pacientes recebem uma fórmula terapêutica de ervas medicinais para auxiliar no processo de desntoxicação e limpeza do organismo.

         Preparamos Chás calmantes, digestivos, anti inflamatórios, depurativos e desintoxicantes e muitos outros tipos para serem usados como recurso terapêutico dentro dos protocolos de tratamento.

© 2023 por Medicina Alternativa. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Google+ - Black Circle
DSC_5087